Armadilhas do Consumismo

piggy bank 2889046 1920 - Armadilhas do Consumismo

Socorro!!! Onde está o meu dinheiro???

piggy bank 2889046 1920 - Armadilhas do Consumismo

 

Romanos 13:8  A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei. Em determinados momentos de nossas vidas, passamos por situações difíceis. Tanto de se passar, como de se acreditar que estamos passando por tais situações. Algumas acontecem por motivos alheios a nossa vontade, como por exemplo o falecimento de algum ente querido, ou a mudança de algum amigo para um lugar bem distante. O caso é que quando os problemas vem sobre as nossas vidas por motivos alheios, muitas vezes são mais fáceis de se resolver do que os problemas que nós mesmos nos causamos.

A grande maioria das pessoas não sabe, ou não gosta de admitir (que ao meu ver é o mais correto afirmar), que a maioria de nossos problemas acontecem por causa de decisões, ou  atitudes mal pensadas que tomamos ao longo da vida. Uma grande dívida, uma inimizade, ou até mesmo uma doença são frutos de nossos erros e manias erradas e colocamos tudo a perder por não sabermos que a raiz deste tipo de problema está dentro de nós mesmos!

Um grande problema que vemos na Bíblia no qual Jesus queria que as pessoas resolvessem era o descontrole financeiro que as pessoas sempre tiveram em suas vidas. A história mostra que por diversas vezes famílias inteiras eram vendidas para que se pagassem dívidas feitas por apenas um deles. Hoje em dia, pode – se afirmar que as famílias ainda são vendidas, mas de diversas formas: é o nome no SPC/Serasa que impedem a compra de alguma coisa, os juros do cartão de crédito e do empréstimo bancário, as compras com parcelas mínimas e prazos assustadoramente longos, 18, 24, 48 vezes Ufa!! Daqui uns dias vamos ter parcelas que você começa a pagar nesta vida só vai terminar de pagar na volta de Jesus!!!. Estas e outras formas são armadilhas que infelizmente a maioria das pessoas tem caído assustadoramente.

credit squeeze 522549 1920 - Armadilhas do Consumismo



É uma prisão sem grades que tem crescido dia após dia e que as pessoas, sem se darem conta, estão sofrendo humilhações de todas as formas por causa deste consumismo desenfreado. Outro dia o banco que tenho conta fez toda uma campanha de marketing para que as pessoas se endividassem mais, ele oferecia empréstimo para o dia dos namorados. Sem notar o perigo desta ação várias pessoas pegaram emprestado dinheiro para comprar presentes a juros mais impostos, ou seja, muita gente se endividou, caiu na armadilha do consumismo por causa de uma data comemorativa que poucas pessoas hoje em dia tem comemorado com a mesma pessoa todos os anos.


O nosso grande erro é medir o valor das pessoas baseado no valor das coisas. Não se mede o valor de uma pessoa por um índice, nem se mede o valor de uma pessoa pelas suas ações. O único valor que Jesus Cristo poderia pagar por minha vida e pela sua era o Preço de Sangue, e olha que este sangue tinha que ser sem pecado, imaculado! Talvez nós devamos rever nossos conceitos quando vemos alguém na rua pedindo esmola e ver qual o valor que esta pessoa está dando a si mesmo.


Quem valoriza a si mesmo não se deixa levar pelo consumismo, nem por dívidas impagáveis. Não se prenda mais aos juros, nem em prestações! A instrução salva muitas pessoas do abismo e se você está lendo este post é porque quer saber onde está o seu dinheiro. O que posso te falar é o que tenho vivido e tem dado certo na minha vida, com a ajuda de Deus, muita disciplina e a ajuda de alguns livros e sites pude tomar conta de minha vida financeira completamente, por isso vou te passar alguns toques que são essenciais para quem quer controlar a vida finaceira:

  1. Arrume um Livro Caixa. Quando digo Livro Caixa, pode ser um caderno, ou uma caderneta, ou um software de gestão financeira. Eu particularmente utilizo um software pela praticidade, mas até poder comprar um software, anotava tudo num livro caixa que comprei na papelaria por R$ 15,00 e foi a melhor experiencia que tive em minha vida, pois obtive o costume de anotar tudo o que gastava e o que recebia. Lembrando que Entrada é tudo que você recebe (salários, bicos, empréstimos) e saída é Tudo o que você gasta (compras, despesas, gastos)
  2. Anote Tudo o que Receber e o que Gastar na HORA QUE ACONTECER. Muita gente acha que o salário não dá pra comprar as coisas que deseja, porém poucas pessoas não sabem o quanto receberam durante o mês e ficam falando que o dinheiro que recebeu era muito pouco, por isso fica como primeira dica anotar tudo o que receber e o que gastar na hora que acontecer. Se não der na hora, que seja no mesmo dia. Eu te garanto que será uma luta entre o Céu e o Inferno até que você descubra onde foram gastos os R$ 2,50 que estão faltando na carteira!!
  3. Dê o Dízimo! Este é o único dinheiro que não deve ficar guardado na sua carteira, ou no seu cofre, ou no banco. Também é o único que vai te prosperar quando você entregar, ou te empobrecer quando você o retem.
  4. Peça Recibos, Cupons e Notas Fiscais. Claro que alguns comerciantes vão ficar com cara de taxo olhando pra você e se perguntando se você é fiscal ou coisa parecida. Porém com o comprovante de pagamento em suas mãos você terá maior capacidade de provar para você mesmo onde foi que você gastou o Dinheiro. Mesmo que a loja ou a barraca de cachorro quente não tenha nota fiscal, peça um pedaço de papel e anote tudo o que você gastou.
  5. Saiba negociar! Peça descontos em tudo o que for gastar. Se possível até em bala e chiclete, todo comerciante tem a margem de lucro e tudo que você compra em dinheiro tem direito a 5% de desconto na hora do pagamento. Já houve casos que consegui de 25% a 30% na hora da negociação do preço da venda e tanto eu quanto o vendedor saímos satisfeitos do negócio que tínhamos feito.
  6. Evite Gastar sem precisar. Esta ultima dica, acho muito importante pois é muito comum as pessoas se sentirem culpadas após uma compra. Quem nunca se pegou pensando dentro de uma loja no que iria comprar? Existe uma pegadinha muito ingenua que por muito tempo eu cai também: No shopping que tem perto de minha casa tem um Hipermercado e quando começaram a cobrar pelo estacionamento no shopping o hipermercado começou a cobrar de forma diferente, nas compras acima de R$ 10,00 o estacionamento ficaria gratuito. Sem sentir eu, e muitas pessoas caímos nesta armadilha, pois o shopping cobra hoje em dia R$ 5,00 o estacionamento e várias vezes eu ia no shopping com a sensação que estava lucrando parando no Hipermercado comprando algo que não precisava.

Creio que estas dicas podem ajudar e muito a sua vida financeira a partir de agora. No entanto não se deixe levar pelas aparencias de uma estabilidade que ainda não existe. A princípio tudo será dificil, com o tempo você se acostuma, mas se acostumar demais pode gerar um certo desmazelo e este fazer com que sua vida financeira venha de novo a afundar. Peça ao Espírito Santo para te ajudar nas suas finanças, pois estou bem certo que Deus nos fez para viver uma vida de alegria e de riquezas


c8303169198c00448a49a9e44db536fc?s=96&d=mm&r=g - Armadilhas do Consumismo

Pr Miquéias Tiago

O Pr Miqueias Tiago é teólogo, poimênico, psicopedagogo, escritor, blogueiro, Youtuber, professor de teologia, coach em desenvolvimento eclesiástico, empresarial e humano. Esposo, pai e pastor.
Marcações:

Deixe uma resposta