Não se relacione com a mentira

  • por
mentira

Não se relacione com a mentira?

Não se relacione com a mentira!

Não se relacione com a mentira!

Não se relacione com a mentira!

Isto não é um conselho, é uma grande ironia falarmos assim. Afinal ninguém quer um relacionamento baseado em mentiras.

Entretanto, vemos que a cada dia as pessoas, friamente, se firmam mais nas mentiras que contam do que na verdade que vivem.

Não se relacione com a mentira!

É estranho encontrarmos pessoas que se perdem no meio de seus relacionamentos por causa de algumas coisas que andam fazendo.

Parece até que pediram para passar por isto, mas ainda assim continuam teimando em prosseguir pelo erro.

Errar é humano? Não sei se isto é realmente verdade.

Aliás todos erram, mas quanto a falarmos da mentira, o assunto se torna totalmente diferente.

Os mentirosos, estes não entrarão no Reino dos Céus, é o que entendemos dizer Apocalipse 22.15 quando diz

No entanto, fora estão os cães, os bruxos e ocultistas, os que cometem imoralidades sexuais, os assassinos, os idólatras e todos os que amam e praticam a mentira.

Amar e praticar a mentira é algo que realmente pessoas mentirosas costumam fazer.

Aliás, no livro dos Provérbios encontramos a seguinte afirmação:

O SENHOR tem ódio mortal da boca mentirosa; mas se compraz imensamente com os que falam a verdade!

Inegavelmente vemos que a mentira e (ou) a sua prática é algo que o próprio Deus odeia.

Não se relacione com a mentira

Uma mentira tem efeitos extraordinariamente deploráveis. Nenhuma mentira pode ser considerada como proveitosa.

A menor mentirinha pode deixar-nos com sérios problemas.

É claro que não estou levantando a bandeira de que não vamos mentir, mas é preciso evitar!

Meias verdades não passam de uma completa mentira! Não se relacione com a mentira

Eventualmente somos pegos de surpresa com situações em que não podemos dizer toda a verdade, pois isso causaria muitos estragos.

Pelo menos é o que costumamos pensar e assim nos deparamos com algo realmente perigoso:

As famosas MEIAS – VERDADES.

Uma meia – verdade pode até ser considerada uma grande mentira! Um exemplo bem conhecido é o de Abraão.

Em Gênesis 20 vemos que Abraão conta uma meia-verdade, a qual vemos que trouxe gravíssimos problemas a todo um reino.

Ali vemos que ele disse a todos que sua esposa Sara era apenas sua irmã.

A omissão do fato de que além de sua irmã era também sua mulher fez com que a mão de Deus pesasse sobre o reino.

Neste período a Lei de Moisés não existia e a prática do incesto era algo comum na comunidade a qual Abraão pertencia.

Aliás hoje em dia em alguns lugares do mundo o incesto é permitido e ficamos surpresos ao descobrir que países de primeiro mundo autorizam esta prática:

Em outros países, são permitidas relações incestuosas entre adultos consentâneos (com a idade variando por local), inclusive na Holanda, na Eslovênia e na Espanha. A Suécia é o único país que permite o casamento entre meios-irmãos mas devem procurar aconselhamento do governo antes do casamento. A Suécia é o único país que permite o casamento entre meios-irmãos mas devem procurar aconselhamento do governo antes do casamento[1]

A mentira não pode direcionar nossas vidas. Não se relacione com a mentira

Mas voltando ao ponto em questão, o problema apresentado aqui não é o incesto, mas sim a possibilidade do adultério.

O Rei, vendo que Sara era muito bonita tomou-a para si, mas a sua atitude se deu porque ela foi apresentada como irmã e não esposa.

Se tudo for analisado da forma correta, mesmo que discutamos sobre a questão do que seria o pecado mais grave aqui.

Veremos que a mentira será entre todos, o mais grave.

Ademais a mentira é filha do diabo, como bem nos disse Jesus e quem a pratica, tem contra si o próprio Deus.

Toda a desgraça que abateu aquele reino foi simplesmente pela mentira e afirmo aqui que:

sim Abraão mentiu, quando quis dizer que sua esposa era apenas sua irmã.

O medo de Abraão tomou o lugar da promessa de Deus em sua vida!

Entretanto isto nos mostra que mesmo que o próprio Deus te faça uma promessa.

O medo não pode tomar lugar em sua vida, isto pode te custar muito caro!

A mentira tem muitos motivos, mas nenhuma base sólida

Um mentiroso vai te dar mil motivos para contar suas mentiras, mas nenhum deles será justo o suficiente para se sustentar.

A ilusão da segurança que uma mentira passa é também a grande mentira que ela nos vende.

Um mentiroso pode te enganar por um tempo, mas este tempo, por mais que se prolongue, terá um fim não muito agradável.

A mentira, é propriamente um dos piores males que uma pessoa pode querer praticar.

Não se relacione com a mentira, foi isto que começamos dizendo, mas a história nos conta que Joseph Goebbels, que foi ministro da Propaganda de Adolf Hitler, tinha um relacionamento especial com a mentira.

É dele a célebre frase “Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade”.

Ele era conhecido pelas suas capacidade oratórias em público e pelo seu profundo e fanático antissemitismo, e sua crença na conspiração internacional judaica que o levou a apoiar o extermínio dos judeus no Holocausto.[2]

Não podemos descartar que sua morte foi fruto de suas crenças. Ele e sua esposa mataram seus filhos com cianeto e se suicidaram também um dia após Hitler ter se matado.

Os estragos feitos com a propaganda nazista de Goebbels perduram até hoje, isto porque existem muitas pessoas que ainda acreditam no nazismo.

As mentiras que contamos vão produzir sempre estragos terríveis, independentemente de quem seja afetado

Não podemos nos relacionar com a mentira

As mortes produzidas pelas mentiras de Goebbels, o mal proporcionado pela mentira de Abraão, ou até mesmo aquela mentirinha que você contou para seus parentes sempre produzirão muitos prejuízos.

Cada um engana o seu próximo e ninguém fala a verdade; treinaram a língua para falar a mentira e estão ocupados demais para refletirem sobre seus pecados e se converterem. (Jeremias 9.5)

É assim a mente de um mentiroso.

Ele prefere o mal e a mentira (Salmo 52.3) a se comprometer com a verdade, independente do que isto possa proporcionar.

Ser mentiroso é uma tarefa difícil, mesmo para quem pense que não,.

Manter uma mentira é mais difícil do que manter a verdade.

A verdade por si só se sustenta, ela não precisa de ninguém, ou de qualquer argumento para que seja fortalecida.

Entretanto, a mentira precisa de muitas variáveis para ser considerada como algo que possa ser minimamente confiável.

Quem se relaciona com a mentira acaba por se vender por um preço muito baixo.

Perder a confiança dos familiares, dos amigos, ser apresentado como alguém em quem não se possa confiar é apenas parte do prejuízo.

O mentiroso, com o tempo vai se tornando um solitário e segue por este caminho por muito tempo.

As condições estabelecidas para a vida em sociedade são baseadas na necessidade do mínimo de verdade.

Somos dependentes da verdade e assim nos portamos em todos os momentos.

A verdade liberta da mentira

Jesus disse que a verdade nos libertaria (João 8.32), mas seria necessário conhecer primeiro a verdade.

A verdade, por sua vez não é algo que se limita a apenas fazer parte do que é verdadeiro.

Engana-se quem acha que a verdade só se limita a isto.

Dizer que vivemos na verdade, significa mesmo é que estamos com Cristo Jesus vivendo ativamente em nós.

Contudo, Cristo viver em nós é muito mais do que um simples estilo de vida.

Pode parecer complicado à primeira vista, mas a vida em Cristo é realmente viver DE VERDADE!

Daí você deve estar se perguntando por quê?

Temos vivido tanto tempo rodeados de mentiras que não notamos que a vida em Cristo é vida de verdade.

Pois em Cristo alcançamos a vida eterna, nele somos salvos não só da destruição, mas também somos libertos do pecado e de todo o mal que o cerceia.

Inegavelmente, conhecer a verdade, como Cristo nos ensina, significa que deve haver um relacionamento com ela, a verdade.

Relacionamentos são marcados por convivência, encontros, comprometimento.

Nós nos tornamos amigos somente das pessoas com quem mantemos um certo contato.

Se não tivermos um constante diálogo com nossos amigos, seremos apenas conhecidos de um tal fulano, ou beltrano.

Porquanto, se mantivermos um contato constante, incluindo diálogos e conversas que permeiam desde coisas simples a complexas soluções, então teremos sim, um alicerçado relacionamento.

Relacione com a verdade!

Nossas palavras precisam ser pautadas na verdade!

A verdade não pode ser uma exceção em nossas vidas, mas sim a regra.

Os corações daqueles que nos cercam estão cansados de serem enganados, isto é falta de respeito e amor.

A finalidade de nossos relacionamentos é nos trazerem felicidade, segurança e paz.

Mas somente alcançaremos isto através da verdade.

Se eu me relaciono com a verdade, então não estarei cheio de brechas em minha vida que foram produzidas pela mentira.

A verdade é o nosso melhor caminho a seguir e por isto chegamos ao fim desta nossa postagem firmando um compromisso.

Um compromisso de que em tudo o que fizer, falar ou firmar, seja feito na verdade e não na mentira.

Porque com a mentira, nem você e muito menos eu, queremos nos relacionar.

Deus te abençoe em nome de Jesus.

Pr Miquéias Tiago

Acesse nossa página no Facebook e Visite nossa Loja SIDME

[1] INCESTO. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Foundation, 2019. Disponível em: <//pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Incesto&oldid=55510579>. Acesso em: 17 jun. 2019.

[2] JOSEPH GOEBBELS. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Foundation, 2019. Disponível em: <//pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Joseph_Goebbels&oldid=55422108>. Acesso em: 6 jun. 2019.


c8303169198c00448a49a9e44db536fc?s=96&d=mm&r=g - Não se relacione com a mentira

Pr Miquéias Tiago

O Pr Miqueias Tiago é teólogo, poimênico, psicopedagogo, escritor, blogueiro, Youtuber, professor de teologia, coach em desenvolvimento eclesiástico, empresarial e humano. Esposo, pai e pastor.
Marcações:

Deixe uma resposta