Surfando Sobre o Fracasso: Podcast 22

surfando sobre o fracasso

Então Pedro disse: — Se é o Senhor mesmo, mande que eu vá até aí, andando sobre as águas. Jesus disse: — Venha! E Pedro, descendo do barco, andou sobre as águas e foi até Jesus. Reparando, porém, na força do vento, teve medo; e, começando a afundar, gritou: — Salve-me, Senhor! E, prontamente, Jesus, estendendo a mão, o segurou e disse: — Homem de pequena fé, por que você duvidou? Subindo ambos para o barco, o vento cessou

Surfando sobre o fracasso pode ser um título muito sugestivo, mas o texto escolhido para nossa reflexão fala apenas do fracasso.

Inicialmente você pode até me questionar sobre como vamos vencer o fracasso, ainda mais mostrando um exemplo de alguém afundando?

Na passagem de Mateus, capítulo 14. 28-32, vemos alguns pontos que devem ser cuidadosamente analisados para termos uma visão melhor sobre o que está realmente acontecendo.

Jesus, anda sobre o mar!

Nos versículos anteriores, vemos que ele é confundido com um fantasma.

Afinal, ninguém nunca tinha andado sobre as águas até aquele momento e é algo tão incomum que só vemos isso no cinema!

O fato é que Jesus fez algo impensável, bem como ele fez algo que ninguém mais poderia fazer.

E o que nos chama a atenção está exatamente nos detalhes da conversa entre Jesus Cristo e Pedro.

A fala de Pedro contém três expressões valiosas, então vamos analisa-las primeiro:

  • Se é o Senhor mesmo
    • A pergunta é pertinente a partir do momento que o confundem com um fantasma.
    • A dúvida não era o que ele fazia ali, mas sim se era de fato Jesus.
    • O ato “miraculoso” não foi o suficiente para saber se era Jesus, tinha que provar que era ele de fato!
  • Mande que eu vá até aí,
    • Aqui realmente podemos dizer que Pedro quis seguir pelo caminho de Cristo. Chegar aonde Jesus estava era a sua vontade.
    • Aqui diferente de tudo o que estamos acostumados a ver, Pedro quer ir aonde Jesus está e pede que seja sua vontade também.
    • Havia uma inconfundível confiança em Jesus
  • Andando sobre as águas
    • Neste ponto devemos ver como o ápice do pedido de Pedro, afinal ele além de ir ao encontro de Jesus naquele momento, definiu que seria por andando sobre as águas.
    • Andar sobre as águas é viver o sobrenatural milagre de Deus.
    • Talvez não tenhamos ainda a noção do que o pedido de Pedro tenha para nossos dias, mas sabemos que naquele tempo era o suficiente para fazer com que ele fosse atendido por Jesus.

Mesmo assim, tudo isto foi descartado pela atitude posterior de Pedro.

 

Pedro não estava surfando sobre o fracasso

Um vento bateu em Pedro e isto foi o suficiente para que ele tivesse medo.

Ora, se acreditarmos que as constantes adversidades da vida são maiores do que os incríveis milagres promovidos por Jesus, então seremos sempre fracassados.

step 712121 960 720 - Surfando Sobre o Fracasso: Podcast 22

O medo só veio à tona, quando Pedro preferiu dar mais atenção ao vento do que propriamente estar andando sobre as águas!

Esta é uma ótima oportunidade de aprendermos a estar surfando sobre o fracasso, mas não podemos nos perder em meio às dúvidas.

Se nosso coração for tomado por dúvidas e constrangimentos, então estaremos fadados a viver uma vida medíocre e sem direcionamento certo.

Jesus promoveu a Pedro um milagre, mas não notou que estava apenas a um braço de distância de seu propósito quando teve medo!

Contudo, o medo nos leva a fracassar, mesmo assim muitos são dominados por ele e assim se perdem em meio as adversidades.

Enfim, somos muito maiores do que nos provoca o medo. Por isto devemos estar sempre confiantes de que o senhor é quem nos proporciona as condições para vivermos vitoriosamente.

Afinal, confiamos verdadeiramente em Cristo sempre estamos surfando sobre o fracasso.

Deus te abençoe!

Pr Miquéias Tiago

Não se esqueça de curtir, comentar e compartilhar esta postagem!

Acesse nossa loja virtual


c8303169198c00448a49a9e44db536fc?s=96&d=mm&r=g - Surfando Sobre o Fracasso: Podcast 22

Pr Miquéias Tiago

O Pr Miqueias Tiago é teólogo, poimênico, psicopedagogo, escritor, blogueiro, Youtuber, professor de teologia, coach em desenvolvimento eclesiástico, empresarial e humano. Esposo, pai e pastor.

Deixe uma resposta