O ARREPENDIDO BUSCA A MISERICÓRDIA

O arrependido busca a misericórdia

O arrependido busca a misericórdia. Começo assim nosso discurso, pois tenho notado um grande e terrível equívoco nas pregações de hoje em dia.

Se é que realmente podemos chamar de pregação que tem sido feito nos dias de hoje em muitos púlpitos pelo nosso país.

Realmente, a cada novo movimento que aparece fica mais latente a necessidade de a Igreja se posicionar.

Conservadorismo não é a solução para a Igreja, mas sim a Palavra, Santa e Genuína!

As pessoas podem até mesmo se considerar como portadoras de boas novas, mas não podem renovar aquilo que já está novo!

Vejamos bem, a mensagem de Cristo se difere do que João Batista pregava, quando ele não trazia apenas o arrependimento, mas também o perdão e a absolvição dos pecados cometidos.

A pregação de João Batista fazia com que o homem se considerasse pecador, mas não tinha o poder de leva-lo ao perdão e a salvação.

No caso, somente se teria a consciência de que se era um pecador e que o mesmo deveria esperar a misericórdia daquele que ainda viria!

Já na mensagem de Cristo (e é essa que devemos pregar) vemos que o pecador também recebe a consciência de seu pecado, tendo também a oportunidade de se arrepender, pedir o perdão divino, receber este perdão e ser colocado diante do Senhor Deus sem qualquer mácula antiga.

O evangelho que prega o arrependimento, também produz a oportunidade de salvação. O Arrependido busca a misericórdia

No livro de Atos, capítulo 17, versículo 30, vemos o seguinte:

Deus não levou em conta os tempos da ignorância, mas agora ele ordena a todas as pessoas, em todos os lugares, que se arrependam

O seu tempo de ignorância, ao qual você ainda estava preso pelo pecado, fazendo coisas que geralmente tem vergonha de assumir, ou até mesmo se lembrar, agora estão descartados por Deus.

Isso só acontece com aquele que se arrepende, e encontra no arrependimento genuíno o perdão divino.

Nós temos que parar de julgar as pessoas pelo que elas fazem, ou deixam de fazer. A verdade é que ninguém consegue realmente definir quando o outro está arrependido.

Arrependimento é uma coisa totalmente interior.

Quando olhamos para os Evangelhos, vemos a traição que Jesus sofreu por seus discípulos. Geralmente falamos de Judas Iscariotes, mas nos esquecemos de que Pedro também o traiu!

Ao negar Jesus, Pedro o trai e assim traz sobre si o que Jesus já tinha afirmado em Mt 10.33: mas aquele que me negar diante das pessoas, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus.

Agora, quando olhamos para estes dois homens, vemos que um se arrepende amargamente do que fez e que o outro apenas sentiu um grande remorso e no remorso existe um grande perigo!

A pessoa arrependida sente-se envergonhada, pois não tem mais prazer naquilo que fez e como está verdadeiramente tomada pelo arrependimento de ter prejudicado alguém, não lhe ter sido fiel, ou até mesmo ter colocado outro em situação difícil, busca a partir de seu coração a reconciliação e o perdão daquele a quem ofendeu.

O arrependimento anda de mãos dadas com a reconciliação! Pois o arrependido busca a misericórdia

Já o remorso anda literalmente abraçado com a cisão. O afastamento é uma prática comum das pessoas que levam consigo o sentimento de remorso aonde quer que forem.

Judas Iscariotes não se arrependeu do que fez, o seu sentimento pode ser entendido como um grande remorso. Isto que foi o que fez ele tirar a própria vida.

Como diria Dietrich Bonhoeffer, em seu livro Tentação, Judas Iscariotes creu que nem mesmo Deus poderia perdoá-lo de seu pecado.

Infelizmente isto é o que o sentimento de remorso nos faz enxergar! Vemos uma barreira muito maior do que existe a nossa frente e assim não conseguimos encontrar o perdão.

Mas então, como é que posso não sentir, ou ser dominado pelo remorso?

Então agora chegamos num ponto completamente interessante em nosso discurso.

Tudo parte de como escolhemos entender os nossos sentimentos.

Eu me lembro de um pequeno conto que falava de uma mulher, que tinha câncer, e por causa da quimioterapia seus cabelos iam caindo. Cada dia que passava, menos cabelo ela tinha, mas ela nunca olhava para os cabelos que tinham ido embora. Sempre buscava uma nova forma de pentear os poucos cabelos que lhe sobraram, até que não tinha mais nenhum cabelo na cabeça. Neste dia ela resolveu que já era hora de usar um lenço na cabeça, pois ficaria lindo.

Assim como este conto, temos que aprender a saber o que fazer com as adversidades. Independente de quão difícil seja, devemos ter atitudes firmes e positivas, acreditando que mesmo que esteja difícil, ainda não é hora de parar.

Se eu sei que errei com alguém, devo então me preocupar em buscar a reconciliação com aquela pessoa, se erraram comigo, devo também lhe abrir a oportunidade de que encontre o meu perdão.

Só quem já foi muito perdoado na vida consegue ver a necessidade de quem precisa ser perdoado também!

Ninguém se arrepende de ter feito o bem ou a coisa certa. Mesmo que tenha sofrido algum tipo de prejuízo por causa do que fez, se for algo que seja do bem, ainda verá o lucro daquilo no futuro.

Ao contrário disso, todo mundo sabe que coisas ruins e erradas que fazemos nos trazem um grande peso.

E quem já foi perdoado por algo que fez na vida e que até mesmo por ele seria considerado impossível de perdoar, não sabe se esquivar de perdoar também.

Isso porque, a lógica do perdão é que se alguém que foi perdoado por algo não repassar o perdão a outras pessoas, então ele perde o seu efeito. Sua força se esvai e assim, tudo que foi conquistado perde o seu valor.

Quando você recebe o perdão de alguém em sua vida, ali está o maior e mais precioso tesouro que poderia encontrar.

O perdão não é algo comprado e é por isso que o seu valor é inestimável.

Para se ter uma ideia, a única coisa que conseguiria fazer com que o perdão de Deus nos alcançasse foi o sangue de Jesus Cristo. Outra coisa não teria jamais a importância e valor necessários para nos adquirir o perdão de Deus.

Quero te deixar apenas um último conselho, O arrependido busca a misericórdia!

Finalizando nosso discurso, quero te aconselhar apenas o seguinte:

Arrependa-se! Perdoe! Prossiga!

Nenhuma destas coisas são pesadas, ou difíceis demais para se fazer, apenas necessitam de nossa escolha em faze-las.

E se elas vão te levar até mesmo à salvação, então porque não escolhe-las, não é verdade? 

Afinal, O arrependido busca a misericórdia!

Deus te abençoe em Nome de Jesus

Pr Miqueias Tiago.

 

Acesse nosso FACEBOOK, visite nossa loja virtual e me siga no Instagram

  Edição e Mixagem: SIDME - Divisão Editorial 
 Fundo Musical - Don't Close Your Eyes - INSTRUMENTAL - Album: The Simple Life - Instrumental - Ano: 2008 -  by Josh Woodward. Free download: http://joshwoodward.com/    

c8303169198c00448a49a9e44db536fc?s=96&d=mm&r=g - O ARREPENDIDO BUSCA A MISERICÓRDIA

Pr Miquéias Tiago

O Pr Miqueias Tiago é teólogo, poimênico, psicopedagogo, escritor, blogueiro, Youtuber, professor de teologia, coach em desenvolvimento eclesiástico, empresarial e humano. Esposo, pai e pastor.

Deixe uma resposta